Express Ambulâncias

29/01/2021

Posso fazer atividade física se estiver doente?

Posso fazer atividade física se estiver doente?

Stephanie Mansour, apresentadora de “Step It Up With Steph” no […]

Stephanie Mansour, apresentadora de “Step It Up With Steph” no canal PBS, é jornalista de saúde e bem-estar, consultora e treinadora para perda de peso para mulheres e nos explicou um pouco sobre exercícios físicos quando estamos doentes.

Como personal trainer e instrutora de yoga e pilates, ela gosta de indicar uma variedade de treinos e exercícios diferentes, para que as pessoas possam fazer independentemente da sua situação, limitações de saúde ou humor. Os clientes costumam perguntar: Se me sinto doente, devo fazer exercícios ou descansar?

A resposta imediata é complicada, mas com uma lista de sintomas você terá a confiança para decidir mais precisamente. E, se a resposta for para pular o treino, ainda há um exercício ou dois que podem te ajudar a se sentir menos doente.

Em temporadas de frio, os resfriados e a gripe chegam com força total. Em média, pessoas têm um ou dois resfriados todos os anos. Isso pode te tirar entre sete e dez dias de treino a cada infecção. Se adicionados outros sintomas, como mal-estar no estômago, febre ou tosse, você pode ter ainda mais dias ruins.

Aqui estão os cinco cenários mais comuns de adoecimento – e como você pode decidir se deve se exercitar ou ter um dia mais tranquilo.

Nota: Sempre busque instruções de um profissional da saúde se tiver sintomas persistentes ou prolongados e também priorize começar um programa de exercícios.

Resfriado

Faça exercícios. Se os sintomas incluem aqueles mais comuns, como nariz congestionado e dor de cabeça, apenas diminua a intensidade do seu treino. Se exercitar com um resfriado pode até mesmo ajudar a aliviar a congestão nasal e abrir os canais do nariz.

Ao invés de fazer um treino de alta intensidade, tente fazer um de baixo impacto, voltado para o treinamento de força. Ou ao invés de sair para correr, faça uma caminhada tranquila. Apenas entenda o seu corpo e adapte a atividade física às suas necessidades, treinando de forma menos intensa e por menos tempo que o normal.

Febre

Não faça exercícios. Se exercitar enquanto está em estado febril pode agravar a desidratação e aumentar a temperatura interna de seu corpo ainda mais. Além disso, durante a febre, seus músculos já estão naturalmente mais fatigados e com menos força, então é melhor deixá-los descansar.

Ao invés disso, tente fazer uma posição da ioga chamada Savasana com variações. Deite-se no chão. Coloque travesseiros embaixo dos joelhos, e um embaixo da cabeça. Relaxe seus braços ao lado do corpo com as palmas das mãos viradas para cima.

Feche seus olhos, e inspire e expire devagar pelo nariz por pelo menos dois minutos. Meditar enquanto respira profundamente possui um efeito relaxante para o sistema nervoso e ajuda a acalmar a mente e o corpo.

Garganta inflamada

Faça exercícios. Tipicamente, quando a doença atinge regiões acima do pescoço apenas, tudo bem fazer atividade física em uma intensidade mais leve. Beba muita água para acalmar a garganta, tanto antes quanto depois dos exercícios. Diminua o ritmo (como você faria se tivesse um resfriado).

Se a sua garganta inflamada for acompanhada por febre ou dores corporais, entretanto, faça uma pausa.

Tosse

Não faça exercícios.  Especialmente se a tosse estiver vindo do peito e acompanhada por muco, então definitivamente não se exercite. Geralmente, tossir pode atrapalhar a respiração adequada durante o treino e dificulta a respiração profunda quando sua frequência cardíaca aumenta.

Ao invés disso, faça alongamentos para melhorar a circulação e aliviar os sintomas da tosse. É um exercício que alivia o estresse e revigora o sistema nervoso.

Sua cabeça vai abaixo do coração, o que acalma a mente e reduz o estresse – tanto mentalmente, quanto fisicamente.

Enjôo e mal-estar

Não faça exercícios. Se estiver vomitando ou tiver diarreia, seu corpo fica desidratado. Exercícios somente vão piorar essa desidratação. Além disso, se você está nauseado, se mexer demais pode fazer com que a sensação piore ou até mesmo que você vomite.

Ao invés disso, tente fazer uma posição de ioga chamada Posição da Criança. Ajoelhe-se em um tapete de ioga e deixe as abertas na altura da cintura. Então apoie os glúteos nos calcanhares e leve seus braços para frente. Descanse a cabeça no tapete ou em um travesseiro. 

Respire e encha a barriga e as costas, e libere o ar devagar. Inspire e expire pelo nariz e pense em aliviar o estômago.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário. Lembre-se de procurar informações médicas sempre quando necessário. A Express Remoções preza pela vida e oferece serviços de atendimento médico domiciliar para o seu conforto.

Tags: