Express Ambulâncias

08/01/2021

Estresse durante a pandemia: Como minimizar?

Estresse durante a pandemia: Como minimzar?

Lidar com o estresse de uma pandemia não é tarefa […]

Lidar com o estresse de uma pandemia não é tarefa fácil. O distanciamento social, a preocupação com a saúde, a instabilidade financeira são alguns dos fatores que podem elevar os níveis de estresse e preocupação.

A pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, provocou mudanças no dia a dia de todos. O distanciamento social, o medo de uma nova doença e a crise econômica são uma realidade com a qual muitos precisam trabalhar.

Estresse durante a pandemia afeta muitas pessoas e pode, também, causar danos à saúde. Por isso, manter uma rotina saudável com a família e o trabalho é tão importante. Preparamos uma lista com 5 dicas de como lidar com o estresse na pandemia.

Crie uma rotina cotidiana

Com todas essas mudanças é comum sentir-se desorientado(a) e estressado(a) com a bagunça do dia a dia. Adiar tarefas, não cumprir prazos, recorrer a comidas rápidas pouco nutritivas e não ter horário para dormir são comportamentos que podem causar danos a médio prazo.  

Por isso, recomendamos que você crie uma lista com as tarefas que você tem que fazer no dia. Tome um banho e se arrume como se fosse sair. Se antes da quarentena você praticava esporte ou atividade física, tente adaptá-los para serem feitos dentro de casa.

Mantenha a distância, mas não se afaste

Não é preciso estar frente a frente para manter contato com quem você gosta, principalmente para demonstrar e receber afeto. Hoje, a tecnologia nos ajuda a quebrar as barreiras do espaço físico. Se possível, mantenha o distanciamento social, mas não se isole. Procure manter o contato familiares queridos e amigos.

Aplicativos de chamada de vídeo são excelentes opções. Eles possibilitam que grupos se reúnam em uma sala virtual para interagirem simultaneamente, todos se vendo e se ouvindo ao mesmo tempo. Muitos eventos sociais, como chá de bebê, casamentos, e festinhas de aniversário, têm sido feitos desta maneira. Solte a imaginação!

Escolha hábitos saudáveis

Ter uma boa alimentação, praticar atividade física, meditar e ter uma boa noite de sono são muito importantes para afastar o estresse durante a pandemia. Procure ter horários fixos para dormir e acordar, isso é fundamental para o equilíbrio químico do cérebro.

A rotina também vale para a alimentação. Almoce, jante e tome café da manhã em horários habituais. Evite comer besteiras, lanches e refrigerantes em dias em que não seria comum consumi-los.

A tentação de recorrer a hábitos pouco saudáveis para aliviar o estresse pode grande, mas o prejuízo que isso traz também é. Utilizar de álcool, cigarros e outras drogas, incluindo medicamentos sem orientação médica, como forma de lidar com as emoções prejudicam o corpo e a mente. Caso esteja se sentindo sobrecarregado(a), procure por ajuda profissional.

Conecte-se com você mesmo(a)

Evite o excesso de informações, principalmente redes sociais. Não faz bem para o nível de estresse estar conectado(a) o tempo todo com as notícias e acontecimentos. Evite ser enganado(a), busque informações somente em fontes confiáveis.

Procure tirar um tempo só para você. Praticar meditação é uma ótima forma de afastar o estresse durante a pandemia. Caso se sinta fora de controle, busque refletir sobre se teve alguma circunstância específica para aquela situação.

Lembre-se que você já foi criança

Crianças tendem a responder de diferentes maneiras a esses momentos difíceis. Por isso, algumas orientações são importantes para manter o bem-estar dos pequenos:

  • Responda a cada pergunta da criança de maneira carinhosa, solidária e sincera. Procure compreer suas preocupações e, se possível, reserve um tempo para estar ao lado delas e ouvi-las;
  • Crianças também precisam de rotina, talvez ainda mais que os adultos. Tente manter os horários de estudos, brincadeiras, sono, refeições etc. o máximo possível do que era pré-pandemia;
  • Não minta para as crianças, passe informações claras e com a linguagem adequada para cada faixa etária. Fale sobre os riscos de contaminação da doença, mas principalmente sobre os cuidados necessários para prevenção.
  • Caso a criança precise ser separada de seus cuidadores / responsáveis devido à uma hospitalização, tente uma forma de coloca-los em contato com regularidade, sempre respeitando todas as recomendações de proteção dos órgãos responsáveis.

Importante lembrar: pessoas idosas e/ou com doenças crônicas precisam de cuidados redobrados. Ser paciente, respeitoso e ofertar apoio emocional nessas horas é fundamental para elas compreenderem toda a situação, sem que isso lhes cause mais ansiedade e isolamento.

Leia esta e outras matérias de saúde e bem estar aqui no blog da Express Remoções. Se precisar de atendimento médico domiciliar ou ambulância para eventos, conte conosco.

Tags: